Correr atrás do vento

 

blom1

No mundo das blogueiras e também das mulheres  ao nosso redor, a gente percebe que quando alguma coisa vira tendência até quem jurou jamais usar algo se entrega facilmente. Algumas pessoas  sentem a necessidade de ostentar para se sentirem mais bonitas, elegantes e confiantes e há quem pense que até entende mais de moda por usar roupas de algum super designer, ou porque qualquer peça de seu closet custa mais de trezentos reais, mas isso aí é outra coisa mais conhecida como maria vai com as outras! a verdade é que moda é atitude, personalidade, ousadia, criatividade e por aí vai!

Resolvi falar sobre isso porque ando meio cansada de ver gente sem criatividade que compra algo só porquê é caro ou é tendência. Outro dia me deparei com uma mulher que disse que quando fosse redecorar a casa dela, queria ir a um loja que não me lembro qual, comprar tudo o que fosse lançamento, oi? É isso mesmo produção?delirios-becky-bloom

As vezes a gente se deixa levar pelas tendências  e se esquece que essas novidades que surgem quase todo dia são apenas sugestões, onde cada um adere a apenas o que tem a ver com seu estilo. Nunca a moda teve tantas criações realizadas num pequeno espaço de tempo  e de forma tão sistematizada. As grandes grifes chegam a apresentar quatro coleções por ano, Paris dita a moda mundial, dizendo o que uma mulher tem que usar para ser chique e mesmo as menos afortunadas são levadas as vezes até inconscientemente a seguir essa ditadura, já que as  lojas fast-fashion fazem peças “inspiradas”  a baixo custo e lançam novas coleções toda semana. O que era para ser arte virou apenas consumismo e o que era para contar um pouco de nós, anda nos padronizando!i106747

Me questionando o porquê de tanto consumismo desnecessário, cheguei a uma conclusão bem antiga que Salomão já havia decifrado á séculos:

Descobri que todo trabalho e toda realização surgem da competição que existe entre as pessoas. Mas isso também é absurdo, é correr atrás do vento. Eclesiastes 4:4delirios-de-consumo-de-becky-bloom

Competitividade, segundo o dicionário é a disputa ou concorrência entre duas ou mais pessoas que buscam a vitória ou, simplesmente, superar quem os desafiam, resumindo é a mania que o ser humano tem de querer ser superior aos demais. Geralmente atinge especialmente os jovens e pessoas inseguras atrás da aceitação social positiva por parte de amigos e pessoas do convívio, induzindo-os a viver uma vida cheia de expectativas e ambições infindáveis onde se “ganha pontos” por cada nova aquisição num ciclo vicioso, mas como já dizia o sábio, tudo isso é ilusão, é correr atrás do vento.

Ontem eu estava lendo o livro de Eclesiastes e pensando sobre esse assunto, foi aí que resolvi compartilhar com vocês, por isso vou finalizar deixando alguns versículos sobre esse assunto que também achei bem marcantes, espero que tenho gostado dessa reflexão, beijos!

A pessoa que ama o dinheiro nunca tem o suficiente. Quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com o que ganha. Isso também é ilusão! Quanto mais se tem, mais se gasta. Qual é, então, a vantagem da riqueza, senão ver o dinheiro fugir das nossas mãos? Eclesiastes 5:10 e 11.

Dinheiro na mão de um homem sem juízo não tem valor porque ele não quer usar a riqueza para obter sabedoria. Provérbios 17:16

Melhor é contentar-se com o que se tem do que sempre sonhar em ter mais. Isso também é ilusão, é correr atrás do vento. Eclesiastes 6:9

Não permita que nada o deixe ansioso ou faça sofrer, pois a mocidade e o vigor são passageiros. Eclesiastes 11:10

Por isso, desfrute da vida, porque debaixo do sol não há nada melhor para o homem do que comer, beber e se alegrar. E em tudo isso há a esperança de que essas coisas boas o acompanhem durante todo o tempo em que ele se esforça no trabalho que Deus lhe der debaixo do sol. Eclesiastes 8:15

Todas as imagens são do filme “os delírios de consumo de  Becky Bloom”. Imagens/Reprodução/Montagem

 

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Correr atrás do vento

  1. Quando vi o título sabia que seria um texto ótimo! Só li verdades. Como você sabe, sou apaixonada pela Petite Jolie e sempre dou prioridade para ela porque é uma marca que eu gosto e me identifico muitooo, mas só compro quando tenho condições e só compro o que eu realmente gosto. Mas vivendo nesse meio, conheci muitas “petitejolietes” que são exatamente dessa forma que você retratou aí, só compram coisas para competirem meeesmo entre si, eu fico impressionada com isso. Tem alguns casos que mal da para acreditar, pessoas que fazem dívidas e dívidas por causa de coisas fúteis, sim eu reconheço que colecionar sapatos e bolsas é uma coisa fútil, e deixam de ter outras coisas ou coisas realmente necessárias por causa da aparência/vaidade/frivolidade. A última vez que eu comprei Petite Jolie foi em junho, mas não porque eu não vou comprar mais, tem muita coisa que eu ainda quero comprar que combina com meu estilo, mas porque eu não vou deixar de comprar o básico e essencial (que já está muuuuito difícil obter) por causa da futilidade. Espero que seu texto alcance muitas pessoas por aí, precisamos rever nossos conceitos e valores! Super beijo ♥

    • Ficou suuper feliz em ler suas palavras Schaony, amo ler seus comentários! Eu acho que gostar de sapatos não é nenhum problema, o problema é achar que isso é prioridade na vida, a gente tem que aproveitar as coisas boas da vida sim, mas no nosso coração Jesus tem que estar em primeiro, para que assim aja sabedoria em tudo o que fizermos! Super beijo liiinda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s